Páginas

sábado, 31 de maio de 2008

Primeira vez...

Aconteceu...

Agora faço parte das vítimas da violência urbana aqui em Fortaleza...foi ontem de madrugada, por volta das 2h da manhã...

Sextas e sábados à noite, trabalho no Hits, e após o término do expediente, geralmente meu primo, que também trabalha lá em um nível acima, pede à algum subordinado que venha me deixar no Castelo. O problema (agora eu vejo como isso é um sério problema) é que, às vezes, eu não queria esperar e acabava por voltar pra casa à pé, em plena madrugada (e até então estava ileso)

Ontem resolvi fazer a mesma besteira e deu no que deu: Vinha eu andando de forma cautelosa, no canteiro central (entre as duas mãos da avenida), quando vi um casal vindo na minha frente, do lado direito da rua, e atrás deles vinham várias pessoas, provavelmente vindo do evento que ocorria na Reitoria da UFC. Não imaginei o assalto, mas fui surpreendido pelo casal, supostamente inofensivo, vindo na 13 de maio em direção à uma pracinha que fica depois do Shopping Benfica, próximo à Av. Jovita Feitosa. Enquanto a moça passou, o cara do lado dela parou do meu lado, há uns 3 metros de distância, e fez a abordagem levantando a camisa e pedindo alguma coisa. Antes disso, no caminho e de forma preventiva, eu havia guardado o celular na cueca (E isso não contribuiu de forma negativa pro desfecho da estória)

No momento que ele levantou a camisa, eu fiquei estático e fui tentando dizer algo pra ele se acalmar...só que não tive tempo de concluir: Chegaram vários outros marginais me chutando, esmurrando e empurrando...eu gritei e nessa hora não lembro se foram 1, 5 ou 10 minutos, mas sei que não senti dor alguma, apenas medo e agonia.

Eles me batiam, pediam o que eu tinha, e eu apenas gritava e corria, tentando me desvencilhar do bando (acredito que de 8 à 10 caras)...um deles estava com um caco de vidro na mão. Meu braço foi rasgado, meus óculos caíram no chão amassados... tentaram retirar algo que poderia haver no meu bolso e encontraram minhas chaves...simplesmente jogaram, e quando eu soltei meus chinelos, consegui correr e ficar a uns 10 metros esbravejando e pedindo que fossem embora, pois eu não tinha nada...então resolveram me deixar em paz e foram em direção ao Hits. Ainda ouvi outra pessoa gritando desesperadamente alguns minutos depois.

Depois de tudo, ainda fiquei fora de si, procurando os óculos e as chaves...as pessoas passavam e pediam pra eu ir pra casa, mesmo assim, consegui encontrar o óculos, e depois disso, resolvi ir embora, descalço, com muito sangue no braço e hematomas no rosto...

De sorte, consegui chegar no Castelo e encontrar o Edvaldo(vulgo Bombão), que estava com uma moto e me levou para oIJF...fui suturado por alguns jovens estagiários que deram 5 pontos no meu braço direito.

Alguns pontos:

Culpa minha? Por que não esperar um pouco mais para ter muito mais segurança?
Coincidência ou Sincronismo? Na mesma noite, eu havia falado sobre as duas tentativas de assalto que sofri e que havia saído ileso, mas que tudo tinha a primeira vez
Comédia? No final das contas meu celular ficou na cueca que era bem apertada por sinal, tendo eles levado apenas minha agonia, medo e um par de sandalhas velhas, e ainda, saciado a vontade de espancar pessoas...
Aprendizado? Será que agora vou ter mais cuidado? É o que espero...e também, os momentos na emergência do hospital, onde conheci e vi que a cada minuto milhões de pessoas estão sofrendo e eu não percebia isso...

Fica a lição de que o perigo é iminente e que um dia pode acontecer com você...A sensação de ser espancado não é algo que deva ser lembrado, mas marca por toda a sua vida...

Se segurança estiver ao seu alcance por um pouco mais de tempo ou dinheiro, não pense duas vezes...

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Projeção da Consciência

Há cerca de um ano, venho realizando experiências muito interessantes, diferentes de qualquer coisa que eu já tivesse experimentado...
Inicialmente eu estava apenas me auto-hipnotizando com o intuito de relaxar e incrementar minha capacidade de concentração e matar minha curiosidade sobre o assunto...
Com o tempo comecei a sentir sensações bem peculiares, estranhas e intrigantes...
Buscando na Internet, descobri que se tratava de Projeções da Consciência ou Projeções Astrais...

A viagem astral (projeção astral ou projeção da consciência) consiste na exteriorização da consciência para fora do corpo físico ou definindo de outra forma, sair do corpo físico utilizando com veículo da consciência, o corpo astral.

Durante a noite, todos nós passamos, conscientemente ou não, por esta experiência. Dormir é necessário não somente para restaurar a vitalidade física como também para restaurar a vitalidade do corpo astral. O sono representa a desunião dos corpos astral e físico com a finalidade de "liberar" o corpo astral, de modo que ele possa coletar energia e vitalidade de fontes astrais. Todos nós, quando dormimos, deixamos os nossos casulos físicos, e saímos em nossos corpos astrais.

Os sinais e sensações desta saída do corpo você talvez já conheça. Uma sensação de entorpecimento, sensação de vibrações pelo corpo, ruídos estranhos que você escuta na hora de dormir, sensação de flutuar ou de aumento corporal. Lembra daquela sensação de queda que te acordou de repente, como se estivesse escorregando na cama? Quem ainda não teve o sonho vívido de voar? Quem de nós alguma vez já não sonhou que via um amigo distante, e logo depois recebia notícias suas, um telefonema ou uma carta do mesmo, que "coincidentemente" se lembrara de nós naquela mesma ocasião? Será que você mesmo não se lembra daquela experiência aterradora em que se sentiu paralisado e pensou que havia morrido?

Estes são apenas uns poucos exemplos de fenômenos que estão ligados à Viagem Astral. Trata-se de um fenômeno absolutamente natural, que faz parte das capacidades inerentes a todo ser humano. Se você quiser também pode aprender a fazer viagens astrais conscientes. A projeção astral recebeu, ao longo da história, muitos nomes. Desdobramento, viagem da alma, viagem espiritual, ascensão espiritual, experiência fora do corpo (EFC ou EFDC), experiência extracorporal (EEC), experiência de saída do corpo (ESC), OBE ou OOBE (do inglês Out of Body Experience). A viagem astral é conhecida desde o início da nossa história. Ela faz parte da mitologia de muitas sociedades primitivas e relatos da mesma podem ser encontrados em todas as formações sociais. Provavelmente devido à perseguição religiosa, manteve-se oculta durante a Idade Média, sendo estudada e pesquisada em sociedades secretas, quadro que se manteve até o século XIX. Foi só em 1905 que, com a divulgação das projeções conscientes de Vincent Newton Turvey, na Inglaterra, pôde a viagem astral vir à público e se tornar matéria de estudos por pesquisadores do mundo inteiro.

Mesmo assim ainda permanece muita ilusão à respeito do tema. Há quem pense que a capacidade de sair conscientemente do corpo seja uma capacidade restrita a seres altamente espiritualizados. Em verdade ela é uma capacidade anímica e todo conceito que a restringe a uns poucos seres, deve ser banido. Felizmente, nos dias atuais, o estudo da projeção astral não mais se restringe à nenhuma religião ou crença. Em qualquer boa livraria encontramos centenas de títulos dedicados ao tema, e a sua discussão pública tem permitido que um número cada vez maior de pessoas desenvolvam suas capacidades anímicas para realizá-la.

Por tudo isso fica aqui o convite. Relaxe seu corpo, respire profundamente por alguns minutos. Repita mentalmente para si mesmo que vai flutuar fora do corpo. Concentre-se em volitar para um lugar desejado. A sensação de sair do corpo e voar, é uma experiência indescritível, e só quem a experimentou sabe quão diferente é de um sonho comum.

Eu experimentei e afirmo: "Experimente você mesmo e comprove a capacidade existente em você e a sensação de poder conhecer um novo mundo"

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Hits Brasil!!!

O Hits Brasil é um ambiente fora do comum...principalmente nas noites de sexta e sábado(justamente os dias em que dou uma ajudinha aqui) onde uma massa muito grande toma conta das mesas antes das 9 da noite e se divertem até às 2 da manhã. Sempre vejo muita gente bonita, amigos da faculdade, conterrâneos moradanovenses, inclusive residentes universitários, que vêem no Hits um bom lugar pra curtir.

Nesse momento as pessoas estão à espera da Banda Soul Pop, que vai começar daqui à pouco. O Pop Rock é realmente a cara do Hits. Não consigo imaginá-lo de outra forma. Opa! Acabou de passar uma cliente simplesmente fenomenal! Essa é uma das vantagens de se trabalhar aqui :P

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Calourada UFC!!!

E não é que a calourada da UFC desse ano foi um sucesso?! Lembro-me que estive presente ano passado, onde participava como calouro, no mesmo horário, mesmo local, e não havia uma massa sedenta por diversão tão grande quanto desta vez. Foi realmente muito bom, apesar do cheiro que "pairava" no ar ;P

Um pouco de vinho serviu como alavanca pra animação e força de vontade pra enfrentar a cama elástica! Eu, que nunca tinha experimentado, quase quebrei a perna, o pescoço, a cabeça, etc, e depois que sai fiquei uns 10 minutos recuperando as forças! Mesmo assim é algo alucinante, principalmente quando você está com umas a mais na cachola hehe

O ponto ruim da noite foi a derrota do São Paulo para o Flu...eu lá, ao som das bandas e dos Djs da tenda Gay(tinha muito gay e lésbica!) tentando descobrir o resultado do jogo...já era...

Outros companheiros meus de Castelo também estavam, O Nilton(estatístico) foi meu braço direito na festa. Foi difícil chegarmos no Grande Casarão Rosa. Nossa casa fica há uns 2 quarteirões da Reitoria e às vezes ainda quero pegar ônibus hehe. Outros dois fanáticos tricolores decidiram ficar em casa vendo o jogo(se arrependeram amargamente hehe).

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Mascote do Castelo


Esses dias apareceu uma gatinha selvagem aqui na nossa casa. Eu decidi "amansá-la" e aos poucos ela perdeu o medo e resolveu adentrar o Castelo. Resolvemos criar o animal e agora estamos pensando num nome interessante pra ela.


Qual desses nomes você daria pro seu animal de estimação?

  1. Merdalina: Pois é...um dos que não gostam dela sugeriu esse...
  2. Caralhecilda: Ninguém quer chamar ela com esse nome gritando. Por que será
  3. Madeinusa: Exótico não? Eu pensei na expressão MADE IN USA, junta ;P
  4. Mari Onete: Eu brinco muito com ela...
  5. Kwysswyla: Só uma vogal, uma proeza! Leia-se Quíssila.
  6. Tospericagerja: Um clássico e como gostamos de futebol, homenagem aos craques da Copa de 70: TOStão, PElé, RIvelino, CArlos Alberto, GERson, JAirzinho.

Ainda estamos em dúvida porque a lista original tem mais de 100 nomes ;P
p.s: TODOS ESTÃO REGISTRADOS EM CARTÓRIO!

terça-feira, 13 de maio de 2008

Acordei à essa hora?!

Não sei o que aconteceu comigo hoje...acordei às 05:30hs! Desde quando cheguei no Castelo, há um ano atrás, não havia acordado tão cedo. Vai ver foi o efeito de ter começado esse blog, ou pode ter sido consciência pesada por não ter estudado nada para o teste de Algorítmos em Grafos hoje. Mas fico contente em ter acontecido isso. Acordar cedo sem estar com muito sono nos dá uma sensação de estar aproveitando mais o tempo, diferentemente de acordar cedo quando se está com muito sono!

Vamos aproveitar bem o tempo então! O que seria aproveitar bem o tempo?!

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Noite de Chuva

O clima está bastante agradável aqui no quarto. Estive pensando o quanto tenho que estudar hoje à noite e o quanto de tempo gastei procurando aprender mais sobre blogs. A impressão é que eu devo realmente por "a mão na massa" e partir para os conteúdos fatídicos e sacais de disciplinas não muito interessantes à primeira vista, as quais somos sistematicamente pressionados à aprender...

Solução? é...estudar Sociologia...como diria um colega meu..."até dar uma dor"!

Vivendo no Castelo

Olá!

Eu criei? Criei um Blog? é...isso mesmo! Um Blog!

Estou colocando em prática minha mais recente vontade que é documentar estórias, fatos, idéias e muitas outras facetas da minha vida. Inicialmente busco explicar de onde veio esse título "Vivendo no Castelo".

Pois bem, apresentando-me primeiramente, sou Rafael de Lima, estudante universitário, aluno do Curso de Ciências da Computação da UFC, e também aluno de Administração da AIEC, mas precisamente vivendo em uma das residências universitárias da Universidade Federal do Ceará, a residência 2635, uma casa, com não menos que 90 anos de História situada no coração do bairro Benfica em Fortaleza.

Por essa casa passaram grandes pessoas, como Darcy Ribeiro e Florestan Fernandes. Hoje contamos com 19 residentes, de diferentes regiões do Ceará, indo de estudantes de Engenharia até Farmacêuticos ou Licenciados. E essa casa é carinhosamente chamada por todos de "Castelo", acredito que uma alusão à sua arquitetura que se assemelha à um humilde castelo. "Vivendo no Castelo" seria então uma maneira de mostrar um pouco mais da vida de um residente e estudante universitário, no auge de sua juventude, tentando buscar seus sonhos e anseios para ter uma vida melhor e poder contribuir de uma forma interessante para a sociedade.